Elias Rocha Gonçalves Júnior


Nasceu em 13 de Julho de 1995, no município de Campos dos Goytacazes. Mestrando em Engenharia de Produção pela Universidade Candido Mendes (UCAM). Mestrando em Engenharia e Ciência dos Materiais pela Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF). Pós-graduado em Docência do Ensino Superior pelo Faculdade Integrada de Araguatins (FAIARA). Graduado em Engenharia Mecânica pela Universidade Candido Mendes (UCAM).
Pesquisador no Grupo de Pesquisa Interinstitucional de Desenvolvimento Municipal/Regional - ITEP/UENF/UNIFLU, da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF) em parceria com o Centro Universitário Fluminense (UNIFLU). Atualmente, é Professor Instrutor I na Universidade Candido Mendes - Campos (UCAM), ministrando as disciplinas Metrologia Automotiva, Motores Ciclo Otto, Manutenção em sistemas de Suspensão e Manutenção em sistemas de Freios.
Tem experiência e pesquisas na área de Engenharia Mecânica e Engenharia de Produção, com ênfase em Energias Renováveis, Manutenção Industrial, Mineração de Dados, Planejamento Estratégico, Motores à Combustão, Educação Especial, Inovação Tecnológica e Gestão Sustentável.
É palestrante e membro da Associação Brasileira de Engenharia e Ciências Mecânicas (ABCM). Tomou posse na Academia Pedralva Letras e Artes no dia 1º de setembro de 2018.
É autor/coautor de quatro livros, sendo dois deles publicados por editora internacional, sendo estes:
  • “A Reforma no Ensino Médio: Conta, Fábula, Lenda ou Mito?”, publicado no ano de 2017 pela Editora Autografia, o qual aborda a evolução das políticas educacionais no Brasil desde o seu descobrimento até a atual Reforma do Ensino Médio (Lei Nº 13.415, de 16 de Fevereiro de 2017), proposta pelo governo Temer.
  •  “Políticas Públicas da Educação Especial Brasil/Portugal”, publicado no ano de 2017 pela Editora Autografia, o que apresenta um paralelo entre as políticas públicas adotadas nestes dois países, Brasil e Portugal, além de observar lacunas que poderiam ser preenchidas por práticas educacionais simples, que, na maioria das vezes, seriam gratuitas e, no entanto, são de pouco conhecimento pelos gestores da Educação.
  • “Análise da Carcaça Intertravada de um Tubo Flexível sob Carregamentos: Importância, aplicações, propriedades e funções”, publicado no ano de 2018 pela Editora Novas Edições Acadêmicas. Neste trabalho, foram desenvolvidas análises da carcaça de um tubo flexível de 4 polegadas sob carregamentos externos de tração utilizando o método de elementos finitos. Através do monitoramento dos carregamentos de tração, pode-se assim determinar suas propriedades mecânicas, a fim de minimizar a possibilidade de ocorrência de falhas, aumentar a vida útil e otimizar a confiabilidade operacional. A contextualização e a análise realizada buscam auxiliar na clarificação das possibilidades de aplicação dos tubos flexíveis, suas propriedades, funções e desenvolvimento tecnológico, portanto o livro mostra-se de grande serventia para profissionais da indústria Offshore, além de estudantes de Engenharia Mecânica, Metalúrgica e Materiais.
  • “Análise de processos de avaliação da aprendizagem: Metodologia de inclusão de alunos com necessidades especiais em escolas públicas e privadas”, publicado no ano de 2018 pela Editora Novas Edições Acadêmicas, o qual busca definir os princípios da Educação Inclusiva a partir da legislação vigente e da observação de situações do cotidiano escolar. Utilizando uma metodologia baseada na pesquisa-ação, foi possível estudar-se a dinâmica dos problemas, do processo decisório, dos conflitos e da elucidação da consciência dos atores envolvidos no processo educacional na idade de Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro. Assim, uma escola inclusiva representa a possibilidade de um complexo trabalho de desconstrução da cultura excludente do ambiente escolar, para, em seu lugar, adotar-se práticas de colaboração, nas quais a diversidade seja o tônus de toda aprendizagem e cada indivíduo sinta-se parte ativa do processo.